[RESENHA] O meu nome é Meriam

16:27


Todos os livros, de alguma forma, nos passam uma mensagem. Seja a de seguir em frente, nunca desistir ou simplesmente a que não podemos desanimar. Com toda a certeza, “O meu nome é Meriam” transmite essas e muitas outras.

Confira a resenha desse livro de fatos reais.

Informações Técnicas


Título: O meu nome é Meriam / Autora: Antonella Napoli
Editora: Paulinas / ISBN-13: 9788535641950
Ano: 2016 / Páginas: 158
Avaliação: 4/5
* Livro físico cedido em parceria com a editora

Sinopse: O livro narra o caso de Meriam Ibrahim Ishag, uma jovem cristã, condenada a cem chibatadas por adultério, por ser casada com um cristão, e à morte por enforcamento por recusar-se a renegar a sua religião. Denunciada por um suposto meio-irmão, a quem nunca antes vira, seu julgamento mobilizou ativistas ligados aos direitos humanos, levando a notícia a jornais, televisão e redes sociais, na esperança de influenciar a decisão do tribunal.
Mãe de um menino de um ano e meio, Meriam estava grávida e deu à luz à pequena Maya na prisão, acorrentada, enquanto seus advogados preparavam um recurso ao Tribunal de Segunda Instância e a jornalista italiana Antonella Napoli entrava novamente em ação, relançando a campanha pela sua libertação, envolvendo políticos e voluntários em defesa dos direitos humanos.
Meriam nunca pensou em se tornar um símbolo, mas sua postura, decidida a enfrentar qualquer pena para defender sua dignidade e proteger a liberdade de escolher e crer na própria religião, serve de exemplo e alimenta a fé de todos que sofrem perseguições e violência devido à intolerância religiosa.


Maltratada. Acusada. Perseguida.

Meriam não imaginou que sua vida se transformaria de tal maneira, ainda mais acusada por um homem que jamais vira mas que afirmava ser seu irmão. Lá estava ela, presa. E o pior, com seu filho ao seu lado e com um bebê prestes a nascer. Sendo que nem isso foi capaz de amolecer o coração da justiça. Ela teria que pagar por adultério com cem chibatadas e caso não negasse a própria fé, com a morte.

Porém, o que ninguém esperava, era que o mundo se mobilizaria para ajuda-la. E que ela se transformaria em um símbolo de perseverança. Uma história contada por Antonella Napoli, uma ativista dos direitos humanos que com sua força de vontade mobilizou a tudo e a todos. Fazendo com que a história de vida de Meriam ganhasse o mundo.


Minha opinião: Quando a editora permitiu que eu solicitasse um de seus livros, não pensei duas vezes e logo fui solicitando “O Meu nome é Meriam”. Afinal, a sinopse era impactante e fiquei intrigada com a história dessa mulher. E essa curiosidade acabou me rendendo uma ótima leitura.


Meriam passou por grandes complicações por ser cristã em um país onde as leis são extremamente rígidas, ainda mais se tratando de religião.  Ela, apesar das acusações e ameaças que incluíam sua morte , se manteve firme, sem se deixar abalar. E a atitude dessa mulher foi inspiradora para mim e acredito que também para as pessoas que apoiaram a causa dela na época. E isso se sucedeu ao fato de que apesar de se encontrar acorrentada em uma cela imunda, com um filho pequeno ao seu lado e uma menina em seu ventre, Meriam continuou convicta de sua decisão.

Acredito que não se tenha muito que falar, já que na sinopse temos uma grande quantidade de informações explanando essa história. Só posso dizer que esse livro traz um grande significado, além de qualquer crença. A obra é contada a partir do momento que Meriam é presa e todo o seu desenrolar com a justiça, seu sofrimento diante aos acontecimentos — e do seu marido — e toda a ajuda recebida para que aquela injustiça tivesse um fim.


Se você gosta de obras emocionantes e reais, tenho certeza que se encantará por esse livro.

Considerações Técnicas: A capa possui laminação com brilho; As páginas são brancas; Diagramação é simples; Fonte maior, perfeita para leitura; Revisão sem erros.

You Might Also Like

17 comentários

  1. Oiii Aline, tudo bem?
    Eu realmente adoraria ler esse livro, parece trazer bastante suspense em relação a Meriam, além do mais a edição está lindinha demais, leria com toda certeza flor, muito sucesso linda.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá! Não conhecia esse livro, parece ser uma obra realmente muito impactante e que nos faz refletir. Deve ser interessante acompanhar tudo que a Meriam passou por causa da sua fé, fico pensando em tantas outras pessoas pelo mundo que sofrem tanto ou mais do que ela e não têm a mesma chance de serem apoiadas pelo resto do mundo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oiê! Eu também gostaria de ler o livro. Tem países em que viver a fé cristã é um verdadeiro risco e testemunhos como o de Meriam nos desafiam a viver com mais intensidade aquilo em que cremos, já que dispomos de plena liberdade no Brasil. Só não entendi essa questão do adultério, ela traiu o marido ou foi acusada de algo que não cometeu?
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu adoraria ler esse livro, e vou anotar a indicação. Ainda não conhecia mas achei muito interessante, uma história forte e marcante. Vale a pena. Muito boa sua resenha, bjooo

    ResponderExcluir
  5. Eu lembro deste caso, mas não sabia que havia virado livro. Meriam realmente virou um exemplo não apenas de fé e força, mas de dignidade. Dignidade esta que faltou e falta em muita gente.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Não conhecia esse livro nem o caso, mas achei a história da Meriam muito interessante, e também triste, claro. Imagino que ela consiga passar muitas mensagens e que sirva de inspiração para muitas pessoas sim. É importante que histórias do tipo ganhem destaque assim :)


    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Não lembrava do caso, mas a partir do momento em que a luta por dignidade e respeito cai em domínio público a tendência é que as pessoas se tornem símbolos de luta e resistência, pelo menos até o próximo símbolo surgir.

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Eu já vi muitos livros dessa editora e esse foi o primeiro que me fez ficar interessado para leitura. Achei a capa bem linda (na sua simplicidade) e depois de ler a sua resenha fiquei bem curioso é espero poder ler ela em breve. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. oie, eu adoro histórias reais, e essa parece que traz uma bem intensa de determinação e de preconceitos, eu nunca tinha ouvido falar, mas já estou cheia de vontade de ler essa obra.

    ResponderExcluir
  10. Oie amore,
    Não conhecia o livro até o momento, mas gostei um pouco do que vi por aqui!
    Essa coisa de direitos humanos me chamou bastante a atenção!
    Dica anotada por aqui!
    Parabéns pelas fotos e pela resenha!

    Beijoka!

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Gente esse livro parece muito tocante. Só leria por causa disso. Sim percebi que a sinopse passa já bastante informações. fiquei bem interessada. Adorei!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. O nome e a sinopse é bem impactante, gostei bastante deste querido, com certeza vai pra lista de quero compar. Parabens pela resenha!!

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?

    Capa, nome e história muito interessante. Pela sua resenha, fiquei muito tentada a ler. Vou anotar a sugestão.

    Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Laneh Martins
    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Esse sim é o tipo de livro que eu gosto de ler: forte, realista e que incomoda como um soco no estômago! Quantas Merians não existem por aí? Nos recantos mais distantes dos países onde a crença em valores da Idade Média ainda valem mais que a vida humana!

    Adorei a resenha, me encantei pela obra.

    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Olá
    Parabéns pela resenha, não conhecia a obra, mas por sua resenha percebi que é um livro bem forte, vou por na minha lista de leituras.

    ResponderExcluir
  16. É baseado em fatos reais? Achei muito interessante. Sempre fico presa a histórias mais impactantes, mas tenho medo de ficar muito impressionada.

    ResponderExcluir
  17. Essa história parece emocionante, fiquei querendo saber os detalhes dessa jornada, e se ela sai da prisão com a justiça feita!
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir

Postagens populares

Seguidores do Google+